sábado, novembro 27, 2010

Ena Pá 2000 . concerto-comício: "Solta o artista que há em ti e vem fazer parte desta obra de arte"



«Solta o artista que há em ti e vem fazer parte desta obra de arte». É este o lema do Candidato Vieira, na voz do Presidente dos Ena Pá 2000. In signis veritas.
E no dia 27 de Novembro, os mesmos Ena Pá 2000 sobem ao palco do Maxime para completar o quadro pontilhista em que é suposto cada pontinho da pintura ser feito por um de nós sob a forma de uma assinatura, para que Vieira figure entre os outros anormais do boletim de voto para as presidenciais. Todos diferentes, todos doentes! (ou será “dementes”?)
Por isso, vem participar nesta obra de arte! Junta a tua assinatura às outras sete mil quatrocentas e noventa e nove, e põe Vieira no mapa, isto é: no boletim! Vem ser um pontilhista (o pontilhismo também tem a ver com tesão, mas isso é outra conversa...), presta um serviço a ti próprio e à nação, entra na história pela porta grande e bebe uns copos com a comitiva. E lembra-te: quem não assina, assassina. Portanto, comparece e abastece. Vieira a presidente!

cabaret maxime . pç. alegria, 58 . lisboa
sáb . 27 novembro 2010
abertura portas 22h . espectáculo 23h30
reserva de mesas: tel. 213467090 . 967045836 . 916350427
bilhetes €10,00

mais informaçoes 962804368
producoes@banana.com.pt
www.myspace.com/bananaproducoes

Cosie Cherie (PT) tocam ao vivo na Fábrica Braço de Prata dia 2.12.2010

Cosie Cherie (PT) tocam ao vivo na Fábrica Braço de Prata, 5a feira, dia 2
de Dezembro

Este concerto conta com a presença da artista plástica Fanny Vieira que
irá pintar ao vivo ao som da música


Na sequência do lançamento do EP de estreia – Making Magic Floating Boats
– os Cosie Cherie tocam na Fábrica Braço de Prata, em Lisboa, dia 2 de
Dezembro, pelas 00h num concerto que traz novidades e promete surpreender.
A entrada custa €5,00.

Neste concerto agendado para dia 2 de Dezembro, os Cosie Cherie não
estarão sozinhos em palco. Além da Tânia Carvalho, vocalista deste duo, e
do guitarrista Job Leijh, o palco da Sala Nietzsche contará com a presença
da artista plástica Fanny Vieira (http://fannyvieira.com).

Assim, enquanto os Cosie Cherie enchem a sala com tons melódicos, a Fanny
Vieira vai pintar ao som da música retratando as emoções e energias que
invadem a sala.

O novo EP dos Cosie Cherie - Making Magic Floating Boats – disponível para
download gratuito online, inclui 4 temas além do single Traveling. No
entanto, neste concerto ao vivo os Cosie Cherie apresentam mais de 10
temas, o dobro dos temas disponíveis online e incluem no concerto o som de
um piano que, especialmente ao vivo, torna cada um dos temas mais
especial.

Com mais de 150 downloads do EP de estreia feitos desde o lançamento, os
Cosie Cherie esperam partilhar mais um momento especial com quem os
visitar na Fábrica Braço de Prata.


Sobre os Cosie Cherie:

A Tânia e o Job conheceram-se em Portugal e cedo descobriram um mundo de
interesses em comum. Organicamente, sem nunca pensarem onde poderiam
chegar, começaram a escrever canções, que começaram a fazer sentido. O
resultado é o EP Making Magic Floating Boats que representa a partilha e
cumplicidade deste duo luso-holandês.

Mais informação:
Myspace - www.myspace.com/cosiecherie
Website - www.cosiecherie.com – Website onde está disponível o EP de
estreia para download gratuito.

Fanny Vieira - http://fannyvieira.com

Fábrica do Braço de Prata - www.bracodeprata.org

Morada:
R. da Fábrica de Material de Guerra
1950 Lisboa

Uxu Kalhus comemoram 10 anos de folk em português | DVD e Concerto | 4 de Dezembro 2010 | Hard Club, Porto

Uxu Kalhus
Lançamento do DVD ao vivo "10 anos de folk em português”
Concerto/ Baile

4 Dezembro 2010, Sábado, 22h00
Hard Club, Porto

Entrada: 7,5 € | Na compra do bilhete, DVD a 5 €

Os Uxu Kalhus comemoram 10 anos de existência em 2010 e assinalam a data com o lançamento do DVD "10 anos de folk em português", um concerto gravado com som directo no Festival Andanças 2010.

O lançamento do DVD será assinalado com um concerto/baile a 4 de Dezembro, Sábado, no Hard Club, no Mercado Ferreira Borges, Porto. A entrada custa 7,5 € e na compra do bilhete, o DVD pode ser adquirido por mais 5 €.

Em 10 anos de existência, os Uxu Kalhus lançaram dois cd’s (“A revolta dos badalos”, 2006 e “Transumâncias Groove”, 2009) e apresentaram mais de 600 actuações ao vivo em formato bailes e concertos no país e no estrangeiro. Com actuações vibrantes, uma postura irreverente e sempre fiéis à sua estética folk-rock de fusão, Uxu Kalhus estão constantemente a renovar as fronteiras do Tradicional.

Porque hoje o folk de identidade já não é local mas sim global, Uxu Kalhus assumem-se como um grupo português contaminado pelas sonoridades do mundo actual. Composições elaboradas e arranjos complexos desafiam regras e surpreendem quem escuta os temas gravados; mas é ao vivo que Uxu Kalhus se libertam, transformando-se num colectivo orgânico que leva as suas capacidades ao limite, numa mescla de energia e sentimento, trocando o conforto da previsibilidade pelo risco constante da improvisação.

Os Uxu Kalhus são compostos por Joana Margaça (voz), Paulo Pereira (sopros), André Lourenço (teclas), Tó Zé (guitarras), Eddy Slap (baixo) e Luís Salgado (bateria) e nasceram em 2000 com o objectivo inicial de divulgar as danças portuguesas em França. Cedo revelaram a sua vocação de grupo folk português algures entre os universos da Fusão e das Músicas do Mundo. As composições do grupo alternam arranjos de sonoridades que acompanham as danças portuguesas (raramente utilizadas fora do universo folclórico tradicional) com influências diversas de cada um dos seus elementos para obter um resultado original no panorama nacional e internacional. A sua maior força é a prestação contagiante ao vivo, que incita o público a dançar e a explorar o folk nacional.

Entre mais de 600 bailes/concertos em Portugal, Espanha, França, Alemanha, Macau e Itália, houve a necessidade de registar as criações sonoras em dois cd´s. No primeiro - A Revolta dos Badalos de 2006, o Malhão, a Erva cidreira, o Mata Aranha, o Saraquité ou o Regadinho adquirem uma dinâmica nova, fracturante, com ritmos de bateria, baixos jazzísticos e arranjos com influências Afro, Ska, Rock, Drum n´Bass e Hip Hop. Com o segundo álbum Transumâncias Groove de 2009, a "revolução" na música tradicional dá ainda mais um passo no aprofundar do Folk nacional, com originais do grupo para danças como o Vira, o Corridinho e as Saias.

Voz: Joana Margaça
Sopros: Paulo Pereira
Teclas: André Lourenço
Guitarras: Tó Zé
Baixo: Eddy Slap
Bateria: Luís Salgado

Próximas datas de apresentação:

Clube Oriental de Lisboa
11 de Dezembro, Sábado, 22h30

Viva a Música / Antena 1
13 de Dezembro, Segunda

documentos de apoio:

Fotografias | '10 anos de folk em português' Uxu Kalhus
http://www.box.net/shared/ar8lj4s9ai
Clip DVD | '10 anos de folk em português' Uxu Kalhus
http://www.youtube.com/watch?v=HbJrLD_oMZg&feature=player_embedded

Myspace | Uxu Kalhus
www.myspace.com/uxukalhus

Blogue | Uxu Kalhus
uxukalhus.blogspot.com

sábado, novembro 20, 2010

150 mil visitas

Tantra »» Biografia


Formado em 1977 por Américo Luís (guitarra baixo), Manuel Cardoso (Frodo) (guitarra), Armando Gama (teclas) e Tozé Almeida (bateria).

Em 1978 Armando Gama sai para prosseguir carreira solo, entrando para o seu lugar Pedro Luís (teclas). Em 1980 sai Américo Luís entrando para o seu lugar Dedos Tubarão (pseudónimo de Pedro Ayres Magalhães), tendo sido editado o primeiro trabalho em inglês com uma tourné nacional

O grupo foi declarado extinto em 1981, mas em 1998 Manuel Cardoso reformou o grupo, sendo no entanto o único elemento da formação original.

Tantra »» Discografia

Discografia dos Tantra:

»»Mistérios e maravilhas (1977)
»»Holocausto (1978)
»»Humanoid (1981)
»»Terra (2002)
»»Live Ritual (ao vivo em 1977, editado em 2003)
»»Delirium (2005)

sexta-feira, novembro 19, 2010

Slow Motion no Hard Club a 10 de Dezembro



Com 5 anos de existência, os Slow Motion Beer Walk tornaram-se numa referência do rock alternativo portuense. Com passagens na rádio com os singles "Passo em Falso" e "4 Paredes", a banda faz agora parte da banda sonora da série da RTP 1 "Voo Directo". Dia 10 de Dezembro vão apresentar ao vivo uma nova fase da banda com novos membros, convidados e algumas surpresas. Um concerto que vira uma página e marca um novo rumo, gravado em DVD.
Os convidados para abertura da noite são os Comboio Fantasma, uma banda oriunda do Porto com raízes Funk Rock, que apresentam o seu trabalho ao vivo pela 1ª vez.
www.myspace.com/slowmotionbeerwalk
http://www.youtube.com/watch?v=sdq2It65yL0

"Em estado de rock"



Clicar no título deste post para ouvir "Em estado de rock".

Pedro Abrunhosa - Fazer o que ainda não foi feito (VIDEOCLIP OFICIAL)

segunda-feira, novembro 15, 2010

NU SOUL FAMILY NO CASINO LISBOA - 29 NOV. / 22h30


A paixão pela música juntou Virgul (Da Weasel) , Dino (Dino & the Soulmotion), B@ssman (Puzzle, Bambs Cooper) e DJ Alan Gul (Bambs Cooper) no projecto NU SOUL FAMILY.



Passando por vários estilos desde o Vocal ao Funk, Deep ou Soulful, o projecto apresenta-se ao vivo com Virgul e Dino nas vozes, B@ssman no baixo e Dj Alan Gul na maquinaria e percussão, e a eles se juntam duas back vocals, teclas, bateria e guitarra.



Com um ano de estreia cheio de sucessos e grandes espectáculos como o BES Selecção (no Estádio do Restelo com Black Eyed Peas), o Festival Sudoeste TMN, a visita presidencial do Presidente da Republica a Angola, entre muitos outros, culminando na nomeação para Best Portuguese Act nos prestigiados MTV European Music Awards, os Nu Soul Family contam agora com uma sólida e leal legião de fãs.



Para o espectáculo de dia 29 de Novembro, Arena Live no Casino Lisboa, os Nu Soul Family preparam um espectáculo especial. Além das surpresas que estão preparadas, neste dia será feita a entrega simbólica do Prémio Best Portuguese Act 2010 por um representante da MTV Portugal. Este será o final de um ano que ultrapassou todas as expectativas, e no dia 29 vamos todos celebrá-lo em conjunto.





Duração do espectáculo: 1h 15

Entrada Livre

Cosie Cherie (PT) apresentam o seu primeiro EP dia 19.11 no espaço SOU


Cosie Cherie (PT) apresentam o seu primeiro EP dia 19.11, pelas 22h, no
espaço SOU em Lisboa

Making Magic Floating Boats é o nome do EP que está disponível para
download gratuito em www.cosiecherie.com

Dia 19 de Novembro, pelas 22h, os Cosie Cherie apresentam oficialmente o
seu EP de estreia no espaço SOU num concerto em nome próprio com entrada
gratuita. Depois de passarem por palcos como o Maxime e o Clube
Ferroviário como opening acts de bandas como The Green Apple Sea (DE) e
Anna Ihlis (SE) chegou o momento de se apresentarem a solo num concerto
único e intimista.

O novo EP dos Cosie Cherie - Making Magic Floating Boats – é o culminar de
muito trabalho e dedicação. Este EP reúne temas envolventes interpretados
pela voz forte, com toques de doçura, de Tânia Carvalho, vocalista deste
duo, acompanhada pelo guitarrista Job Leijh, neerlandês, que começou a
tocar violoncelo em criança e que, actualmente, toca guitarra
electro-acústica.

A Tânia e o Job conheceram-se em Portugal e cedo descobriram um mundo de
interesses em comum. Organicamente, sem nunca pensarem onde poderiam
chegar, começaram a escrever canções, que começaram a fazer sentido. Os
convites para concertos foram surgindo até se tornar tentador avançar para
um EP que espelhasse todo o empenho deste duo luso-holandês.

Making Magic Floating Boats é partilha e cumplicidade. A mesma
cumplicidade que se sente em palco e que é transmitida ao público que
partilha com os Cosie Cherie os seus concertos.


Mais informação:

Myspace - www.myspace.com/cosiecherie

Website - www.cosiecherie.com – Website da banda onde está disponível o
novo EP para download gratuito.


O SOU - Movimento e Arte, é um espaço cultural de formação artística e
promoção de actividades culturais. Tem como parceira a cooperativa Kalpa,
Comunicação e Cultura. Os principais objectivos deste espaço são oferecer
formação nas áreas das artes performativas, promover e dinamizar
actividades culturais e acolher criadores, contribuindo assim para
enriquecer o tecido cultural artístico nacional e local.

Website – www.sou.pt

Morada - Rua Maria nº73 (à Forno do Tijolo), 1170 Lisboa Metro Anjos Bus
12 - 30 – 726 Eléctrico 28

Catacombe - "Anna-Liisa"

OS CAPITÃES DA AREIA 19 NOV | LISBOA – CABARET MAXIME | 23:00


Os Capitães da Areia celebram o Verão de São Martinho com um concerto dia 19 de Novembro no Cabaret Maxime. Este será um espectáculo em jeito de festa, antes de entrarem para estúdio, a fim de registar o seu primeiro disco, aguardado com expectativa.



Os Capitães da Areia são cinco rapazes de Lisboa que nasceram para o mundo em 2009. Influenciados pela pop dos anos 80, cruzam guitarras africanas, sintetizadores, tambores e vozes sem complexos. Os Capitães da Areia são já uma das boas promessas nacionais.



Fizeram parte do disco Novos Talentos FNAC 2010 e, mais recentemente, da compilação Depósito de Inúteis, editada pela Optimus Discos, com direcção artística de Henrique Amaro. Compilação essa que junta alguns nomes da editora a que pertencem – Amor Fúria – na qual apresentam o tema “Bailamos no teu Microondas”, já com videoclip disponível. Ver aqui.





«A sala é acolhedora e a areia fica à porta, para não riscar o chão. Mas levem flores, tops às riscas, óculos de sol, calções, t-shirts antigas. Levem também os corações!»



Os Capitães da Areia





www.myspace.com/oscapitaesdaareia

MELECH MECHAYA ACTUAM EM ESPANHA EM NOVEMBRO



A BANDA PORTUGUESA DE MÚSICA KLEZMER É CABEÇA DE CARTAZ DO FESTIVAL “A REBUSCA”, EM MANZANEDA (GALIZA), E ENCERRA O FESTIVAL “EVOLUCIONA MÚSICA”, EM BURGOS (CASTELA E LEÃO).





Os Melech Mechaya actuam já este mês em Espanha, em dois festivais com cartazes fortemente marcados pelas músicas do mundo. No dia 20 em Manzaneda (Galiza), a banda portuguesa é cabeça de cartaz do festival “A Rebusca”, onde marcarão presença também os portugueses Farra Fanfarra. No dia 27 em Burgos (Castela e Leão), a banda encerra o festival “Evoluciona Música”, onde participam ainda britânicos Portico Quartet e os polacos Kroke.



A digressão de “Budja Ba”, depois de ter passado um pouco por todo o país, levará agora a euforia klezmer dos Melech Mechaya também a Espanha.








KLEZMER PARTY !!!!
www.myspace.com/melechmechaya

Sobre os Melech Mechaya:

Os Melech Mechaya são um quinteto de Almada e Lisboa e são a mais proeminente banda portuguesa de música klezmer, sendo geralmente referenciados como a primeira banda portuguesa do género. Formados em finais de 2006, estrearam-se ao vivo em Março de 2007, lançaram o EP "Melech Mechaya" (ed. autor) em Julho de 2008 e lançaram o seu álbum de estreia "Budja Ba" (Ovação) em Julho de 2009, que estão agora a promover.

Eelco Schilder, da FolkWorld Magazine, considerou-os "cinco músicos notáveis" e considerou a sua abordagem ao Klezmer "muito diferente". Os seus explosivos concertos (João Bonifácio, do Público, adjectivou-os de "pura e simplesmente electrizantes") passaram por palcos como a Festa do Avante!, Festival de Músicas do Mundo de Sines, vários outros festivais de músicas do mundo em Espanha e na Croácia, e pelo Coliseu de Lisboa na abertura do concerto de Emir Kusturica & The No Smoking Orchestra, totalizando mais de 100 espectáculos desde a estreia.

cantiga de um ladrão . uaninauei

FESTIVAL POP DELUXE



POP DELUXE regressa ao Porto

Dias 3 e 4 de Dezembro TEATRO SÁ DA BANDEIRA





3 DE DEZEMBRO



22h30 | 23h30 FOGE FOGE BANDIDO

23h55 | 00h35 JONO MCCLEERY

01h00 | 02h20 JUNIP



4 DE DEZEMBRO



22h30 | 23h10 THE HUNDREDE IN THE HANDS

23h35 | 00h35 SPOKES

01h00 | 02h20 NOUVELLE VAGUE



Após o sucesso da primeira edição do POP DELUXE 2009 por onde passaram: PATRICK WATSOM, PIANO MAGIC e THE INVISIBLE, o Festival regressa este ano ao Teatro Sá da Bandeira com um cartaz de luxo onde o ecletismo vai ser a palavra de ordem.



Dias 3 e 4 de Dezembro nomes tão importantes como: NOUVELLE VAGUE, FOGE FOGE BANDIDO de Manuel Cruz e os JUNIP de José González são alguns dos nomes da música contemporânea que vão passar pelo palco do Teatro Sá da Bandeira no Porto na segunda edição do Festival POP DELUXE 2010.



No dia 3 os FOGEFOGEBANDIDO de Manuel Cruz regressam a casa, José González vai mostrar o novel JUNIP e JONO McLEERY estreia-se pela primeira vez em Portugal.



Dia 4 é a vez dos reconhecidíssimos franceses NOUVELLE VAGUE apresentarem no Porto o seu mais recente trabalho III. Pela primeira vez no norte do país vão estar os ingleses SPOKE e os nova iorquinos THE HUNDREDE IN THE HANDS.



Se perdeu a primeira edição deste Festival que já tem data marcada no calendário dos Festivais em Portugal, não o perca este ano, pois o POP DELUXE 2010 promete animar a noite do Porto nos dias 3 e 4 de Dezembro.



As portas vão abrir às 21h00 e os bilhetes já se encontram à venda na Ticketline (www.ticketline.pt), FNAC e Teatro Sá da Bandeira.



Preço dos Bilhetes

Diário: 25,00 Euros

Passes (2 Dias): 40,00 Euros (à venda em exclusivo no Teatro Sá da Bandeira)

Bilhete Duplo Diário (2pax): 40,00 Euros (à venda em exclusivo no Teatro Sá da Bandeira)

quarta-feira, novembro 10, 2010

terça-feira, novembro 09, 2010

Drill »» "Surprise"

Molde ao vivo em Lisboa dia 9 Novembro

Murdering Tripping Blues abrem concerto dos Black Rebel Motorcycle Club @ Aula Magna 8 Nov



Os norte americanos Black Rebel Motorcycle Club vêm tocar a Portugal na Aula Magna em Lisboa no dia 8 Novembro (hoje!) e os Murdering Tripping Blues irão assegurar a primeira parte do espectáculo. Será sem dúvida uma excelente noite de Rock!

"Baile" na trem Azul em Lisboa



A única loja de jazz do país volta a transformar-se numa animada pista de dança sábado, 20 de Novembro, a partir da 23 horas, para receber as habituais Festas do Trem, sem as quais a noite lisboeta já não consegue viver, todos os meses.

Sob o mote "Jazz is Boring" as mesas de mistura da loja à beira Tejo plantada vão tocar rock, blues e soul...

Is jazz boring? No, but let's rock! Uma festa que promete fazer dançar todos que passarem pela A-21 da Rua do Alecrim. Obrigatória!


Entrada: 5 Euros (com direito a 1 bebida)

Tiago Sousa na Trem Azul em Lisboa



Tiago Sousa piano, harmónio
Ricardo Ribeiro clarinete
Baltazar Molina percussão


Tiago Sousa traz à Trem Azul Jazz Store um dos últimos concertos antes do lançamento, em Março de 2011, do seu novo álbum, Walden Pond's Monk. Baltazar Molina (percussão) e Ricardo Ribeiro (clarinete) acompanham Tiago Sousa ao piano.

Walden Pond's Monk é o título do novo álbum de Tiago Sousa, que chegará ao mercado nacional e internacional pelas mãos da editora americana Immune Recordings, ligada a artistas como Tape e Micah Blue Smaldone, e da distribuidora Thrill Jockey Records em Março de 2011.


Entrada: 5 Euros

Luis Vicente na Trem Azul em Lisboa



Luís Vicente trompete
Jari Marjamäki electrónica experimental


Luís Vicente e Jari Marjamäki vão apresentar-se em concerto no palco da Trem Azul Jazz Store, quarta, 10 de Novembro, às 19h30.

Vicente e Marjamäki são um duo de improvisação que reúne na manipulação electrónica experimental o músico e produtor finlandês, Jari Marjamäki, e no trompete Luís Vicente. Juntos dedicam-se à composição em tempo real, produzindo sons ambiente e experimentais, mantendo o conceito de improvisação livre que torna cada actuação única e irrepetível.

Um fim de tarde marcado por composições inesperadas na Trem Azul Jazz Store.


Entrada: 3 Euros

BALLA Montra

The9thCell - A Match forged in Heaven and perfected in Hell [Single]

O novo single de The9thCell dá-se pelo nome de "A Match forged in Heaven and perfected in Hell", em dedicação ao Amor e aos seus caminhos distorcidos.
Este lançamento inclui duas faixas adicionais, sendo uma delas uma versão do tema "Heaven", dos Guano Apes.

Como usual, o download é gratuito e pode ser feito aqui:
http://www.mediafire.com/?4zoou3fljio3h7u

O próximo lançamento será também de um single, de nome "Broke New World - Pt1", e está agendado para 15 de Novembro, antecedendo o lançamento de "ACT III - All.Merry.Cah", a terceira e última parte da trilogia "Point Blank Range".

Para mais informações, visite www.the9thcell.com.

domingo, novembro 07, 2010

Tantra - Arquivo RTP 70's

7 musicas de Gritali para download gratuito esta semana


Estão disponíveis 7 musicas de Gritali no blog oficial http://gritali.blogs.sapo.pt para download gratuito durante esta semana.



Musicas:

»»Nao consigo compreender

»»Sempre igual (esta coisa banal)

»»Primeira

»»Saudades (do passado)

»»Sossego

»»Ecra da TV

»»Razoes Sociais



http://gritali.blogs.sapo.pt

Musica nova dos Drill

Toda a gente tem uma música de amor, às vezes muitas e na sua maioria bem pirosas. O amor é um tema difícil de musicar ou escrever com a importância que merece. A profusão de babys e love é uma armadilha difícil de escapar e os Drill não fogem ao seu fado. Bullshit Love Song é a décima música de Free Ride, um álbum caseiro, com os defeitos que as coisas caseiras têm: cantos por polir, medidas não normalizadas; mas com o sabor de pureza e genuinidade que só quem está fora do esquema pode passar.
Todo o albúm é para download livre apesar de haver um limite de downloads.
O album:
http://www.drill.bandcamp.com
Bullshit Love Song:
http://drill.bandcamp.com/track/bullshit-love-song


Entretanto o video Surprise foi seleccionado para o Festival Musiclip de Barcelona nas categorias Best Animation Video, Best New Talent Music Video, para além dessas existe uma categoria Audience Award e aí a vitória depende apenas dos vossos votos. Basta clicar no nosso video.
http://videos.musiclipfestival.com/

O EXPERIMENTAR NA M'INCOMODA | Edição a 8 de Novembro


O EXPERIMENTAR NA M’INCOMODA um dos projectos nomeados para o Prémio Megafone, não é apenas mais um trabalho entre tantos outros editados com raiz na música tradicional portuguesa. Este é um projecto de reinvenção da música tradicional dos Açores num contexto musical urbano e contemporâneo. Parte de uma abordagem ao disco “O Cantar na m’Incomoda” (1998), onde o músico terceirense Carlos Medeiros reinterpretava, num misto de cantautor e folclore, alguns temas mais obscuros do espólio tradicional do arquipélago, e alarga-se a outras canções ou tradições orais de maior ou menor reconhecimento nas ilhas.

Da responsabilidade do faialense Pedro Lucas (septimus), O EXPERIMENTAR NA M’INCOMODA conta com a participação dos músicos açorianos Miguel Machete (Bandarra), Pedro Gaspar (Bandarra), Zeca Medeiros, Jácome Armas e do próprio Carlos Medeiros.

Gravado e idealizado em vários locais sitos algures entre o Capelo (Faial) e Copenhaga ao longo de mais de um ano, o disco é finalmente misturado e masterizado em Abril deste ano no estúdio Pérola Negra, em Lisboa, por António Bragança (A Naifa). Fazem parte do seu alinhamento temas retirados de “O cantar na m’incomoda”,“Tradições Orais – Corvo, S. Jorge e Terceira” de Paulo Henrique Silva, e os mais canónicos “Bela Aurora” e “Ilhas de Bruma” (não tradicional).

Em O EXPERIMENTAR NA M’INCOMODA o folclore açoriano é misturado, batido e filtrado, antes de ser servido “on the rocks” com dois pingos de amargante de Angustura e uma casca de laranja.

As varias influências ultrapassam diferentes fronteiras geográficas ou de género musical, num espaço onde hip-hop, krautrock, dub, Tom Zé e Animal Collective decidem dialogar entre si e materializar a conversa num “Endtroducing” actualizado e com gosto a gim do Peter's. Há lugar para sintetizadores espaciais, guitarras melancólicas, noise industrial, batidas sincopadas, velhas canções de baleeiros e foliões do Espírito Santo em S. Jorge nesta irreverente abordagem à tradição musical portuguesa.

A capa do disco é da responsabilidade da artista plástica Andrea Inocêncio, que criou uma nova versão da Coroa do Espírito Santo, símbolo máximo daquela que é a maior expressão cultural, religiosa e profana, dos Açores. Estas mesmas celebrações são também retratadas no vídeo do single “Ilhas da Bruma” da autoria de Aurora Ribeiro.

O EXPERIMENTAR NA M’INCOMODA é um disco rico, que se tem de saborear antes de o servir “on the rocks”.

Vinil & Presk - Quarto (Versão Acústica)