segunda-feira, fevereiro 18, 2019

Festival Seia Blues & Jazz

Entre os dias 18 e 24 de março, a Primavera chega mais cedo ao som do jazz e blues de uma das bandas de referência nacional, os Budda Power Blues. Estão ainda confirmadas as presenças de Voro Garcia, um dos maiores trompetistas do jazz espanhol, e o trio ad-hoc de veteranos, composto por Ernesto Rodrigues, Fred Lonberg-Holm e Rodrigo Pinheiro; o trio Elas e o Jazz, entre outros nomes. Este ano, em destaque a componente pedagógica e o compromisso com mais de meio milhar de alunos do concelho de Seia, desde o pré-escolar ao secundário, para participarem em aulas interativas e workshops de jazz e blues. 




Banner Jazz.jpg 

JAZZ & BLUES SOBE À SERRA E ENTRA EM ESCOLAS DO CONCELHO

15 anos separam um festival que começou tímido para se afirmar como um evento de massas em Seia e nos concelhos vizinhos.  Entre os dias 18 e 24 de março, a Primavera chega mais cedo ao som do jazz e blues de uma das bandas de referência nacional, os Budda Power Blues. Estão ainda confirmadas as presenças de Voro Garcia, um dos maiores trompetistas do jazz espanhol, e o trio ad-hoc de veteranos, composto por Ernesto Rodrigues, Fred Lonberg-Holm e Rodrigo Pinheiro; o trio Elas e o Jazz, entre outros nomes. Cerca de meio milhar de alunos do ensino pré-escolar ao secundário terão ainda a oportunidade de participar em aulas interativas e workshops, com a presença de uma Big Band. Estão ainda asseguradas a animação de rua, jam sessions e exposições. O resto fica para “ouver”…


Festival Seia Jazz & Blues sobe à Serra para mais uma edição, a 15ª, com as presenças de algumas das bandas de referência do jazz da Península Ibérica. Entre os dias 18 e 24 de março, o Cineteatro da Casa Municipal da Cultura de Seia volta a ser o palco privilegiado para ouvir o que de melhor o jazz e o blues têm para oferecer, mas não só. Está igualmente assegurada a vertente pedagógica e o compromisso com as escolas do concelho de Seia de levar o jazz a várias instituições de ensino público, com a realização de workshops e uma série de aulas interativas a cerca de meio milhar de alunos do ensino pré-escolar ao secundário.
Entre 18 e 20 de março, a iniciativa “Escolas com Jazz” vai contar com a participação da Big Band da EPSE, projeto que nasce no âmbito da disciplina de “Projetos Coletivos de Improvisação” do Curso Profissional de Instrumentistas de Sopro e Percussão/ Cordas e Tecla da Escola Profissional da Serra da Estrela. Os alunos das escolas do concelho vão assim ser desafiados a improvisar e a desenvolver um repertório baseado em standards do Jazz e do Blues, incentivando-os à criação artística e musical. Além das aulas interativas com a Big Band EPSEo público em geral é chamado ao festival com atuações paralelas aos concertos, que se realizam no Cineteatro da Casa Municipal da Cultura de Seia.
No dia 22 de março, sexta, as artérias principais da cidade de Seia enchem-se de música com a banda Dixcartável, bem ao estilo das bandas Dixieland. Algures entre o imaginário de Nova Orleães e o blues vai existir muita animação.
                Quanto aos concertos, no próximo dia 2 de março decorre um “warm up” em jeito de registo introdutório ao que irá ser o Seia Jazz & Blues 2019, com a prestação do Quinteto Nuno Costa, um dos grandes compositores do jazz nacional. Uma formação com nomes sonantes do jazz português como Rita Maria, João Paulo Esteves da Silva, Bernardo Moreira e André Sousa Machado.
 No dia 21 de março, a Big Band EPSE deixa as escolas para uma atuação ao vivo  na Casa da Cultura de Seia, tendo como convidados o guitarrista Ricardo Pinheiro, o trompetista espanhol David Solernou Bellido e as jovens cantoras de jazz Bárbara Maximino e Beatriz Araújo.
Um dia depois, 22 de março, a banda Dixcartável fica encarregue da receção ao concerto de Blues no Cineteatro da Casa da Cultura, a cargo dos Budda Power Blues, um espetáculo que será gravado para editar o primeiro disco ao vivo do trio bracarense, integrado na digressão "Fifteen Long Years Tour". No dia 23 de março, às 15 horas, será a vez de subir ao palco o trio composto por Ernesto RodriguesFred Lonberg-Holm e Rodrigo Pinheiro para uma revisitação coletiva das suas referências, numa homenagem a quem abriu novos caminhos para a improvisação. À noite, às 22 horas, será a vez do trio Elas e o Jazz, para recriar, a três vozes, o universo sempre contemporâneo dos musicais clássicos da Broadway e dos clubes de jazz de Nova Iorque.
O encerramento do Festival Seia Jazz & Blues, a 24 de março, caberá a Voro Garcia Quintet, formado por um dos maiores músicos de jazz da atualidade, o trompetista Voro Garcia, referência incontornável do jazz espanhol, acompanhado por grandes músicos como Demian Cabaud, Jeffery Davis, José Pedro Coelho e João Pereira.
               
O Seia Jazz & Blues é uma iniciativa do Município de Seia e conta com a parceria da Escola Profissional da Serra da Estrela, do Conservatório de Música de Seia e do Festiva DME – Dias da Música Eletroacústica.



Logos JAzz (1).jpg


Sem comentários: