quinta-feira, maio 18, 2017

Tó Trips & Tiago Gomes ao vivo



Sábado, 20 Maio, 21h30
Convento de Santa Cruz - Mata Nacional do Bussaco - 
Luso, Mealhada

"On the Road" com Tiago Gomes e Tó Trips 
Tó Trips, dos Dead Combo, e o escritor Tiago Gomes juntaram-se em palco pela primeira vez no final de 2007 para uma improvisação para guitarra e voz em torno do livro de Kerouac, por ocasião dos 50 anos da sua publicação. Desde então, os dois artistas realizaram inúmeras actuações por todo o país, onde foram experimentando ambientes musicais tendo por base a escrita de Kerouac.

A viagem desta dupla portuguesa pela emblemática obra de Jack Kerouac encontra agora o espaço mágico do Convento de Santa Cruz, na Mata Nacional do Bussaco, para ser ouvida à meia-luz no dia 20 de Maio
Mata Nacional do Bussaco - Luso, Mealhada
 bilhetes: €5 concerto | entrada na mata gratuita
info/reservas:
comunicacao@fmb.pt / T. 231 937 000 ou 13barra27@gmail.com / T. 913 149 816 



"Li este livro com 18 anos, na edição com que neste momento ainda fazemos o espectáculo. Por ocasião dos 50 anos da sua edição, o Tó Trips foi convidado a tocar guitarra numa exposição chamada “remembering Jack Kerouac” na Av. Da Liberdade 211, e convidou-me a ler umas passagens do livro. Em noite de improviso, e com vídeo da Raquel Castro, o espectáculo correu bastante bem, livre como uma estrada aberta. Acho que nessa noite sentimos um clic, que esta estrada fora de Kerouac deveria ser partilhada e palmilhada noutras estradas, noutros sítios, ou seja, on the road, que é o que temos feito em inúmeras apresentações. A música é toda composta pelo Tó Trips, na guitarra e com muitas pedaleiras, 1 prato de bateria e um xilofone. Eu escolhi as passagens do livro de Kerouac, junto com improvisos meus (sempre em inglês os meus improvisos, e que são um pouco o discurso directo desses dois viajantes, Neal Cassady e Jack Kerouac)... Numa das passagens desta viagem, fomos convidados pelo Henrique Amaro para gravar esta viagem em CD. Convidámos alguns compagnons de route. O mais curioso foi que a gravação decorreu no sítio onde tudo começou na Av. da Liberdade 211, na sala Bebé, sob comando técnico do Rui Dâmaso (Loosers) e muito frio que apenas um radiador chinês não iludiu." - Tiago Gomes
 
Ouvir "Vi-os desaparecer na noite" 



Sem comentários: